Google SEO é o termo utilizado para definir as práticas de otimização de sites para a maior ferramenta de buscas da internet, o próprio Google.

Com mais de 3 bilhões de buscas sendo realizadas todos os dias no Google, esta ferramenta tomou conta da internet e é, hoje em dia, um grande influenciador das estratégias de marketing digital.

Vamos aprender a fazer SEO para o Google!?

Como ranquear bem no Google? 

Todos os critérios de ranqueamento já inventados pelo Google estão ligados à experiência do usuário. O Google quer recomendar aqueles sites que ofereçam a melhor navegação e conteúdo para quem realiza buscas.

Nesse sentido, as dicas que vamos abordar hoje são todas para que você ofereça uma melhor experiência para o seu lead e/ou cliente.

Faça SEO On-Page

Isto é: otimize todas as páginas do seu site. Para que seu site tenha um bom ranqueamento geral, todas as suas páginas precisam estar otimizadas.

E por “otimizadas”, quero dizer:

  • Classificadas por uma palavra-chave foco única (NÃO repita palavras-chave foco em diferentes páginas);
  • Tenha todas as páginas responsivas (automatizadas e adaptáveis para aparelhos móveis);
  • Tenha imagens pequenas para não interferir no tempo de carregamento;
  • Crie conteúdos relevantes para suas palavras-chave;
  • Tenha links externos e internos em seus conteúdos;
  • Divida seu conteúdo em vários títulos e subtítulos (H1, H2, H3…)

Este é o conceito geral: se cada página estiver otimizada, não há como o seu site não estar. Seus novos posts terão cada vez melhores resultados e métricas se construir bem o seu site.

Crie Conteúdo de Qualidade

Relevância é o principal termo. Suas páginas de produtos devem oferecer grandes soluções, referir links de reviews e comentários, descrever produtos muito bem, etc. Tudo o que seu cliente precisa saber para efetuar uma compra, mas sempre com sua palavra-chave em mente.

Se estiver trabalhando nas campanhas de inbound marketing e marketing de conteúdo, a importância da relevância do seu conteúdo triplica!

Não há como atrair um público sem ter um conteúdo educativo, claro e objetivo. Os robôs do Google possuem métricas para qualificar as suas estratégias de SEO e julgar se seu conteúdo é de qualidade ou não.

Posts, além de otimizados, devem procurar ser sempre educativos e relevantes.

Escolha boas palavras-chave

Não adianta achar que seu conteúdo é genial e que suas ideias irão revolucionar o mercado. Não! Quando queremos ranquear bem no Google precisamos focar na maneira como as pessoas procuram soluções para seus problemas.

Por isso, utilize o Google Keyword Planner para procurar pelas melhores palavras-chave que puder encontrar. Isto é, palavras-chave com baixa ou média concorrência, mas com alto volume de buscas.

Procure por palavras-chave associadas ao seu nicho e explore sua criatividade para criar conteúdo em volta delas.

Prenda seus clientes em suas páginas

Um site precisa manter o usuário engajado. É por isso que links internos são tão importantes: você direciona seu leitor para outra página do seu site após ele ter lido e interagido com uma certa página.

Existem alguns problemas, porém, que podem afastar seus leitores do seu site. Eles podem até entrar, mas não permanecem por muito tempo. São eles:

  • Conteúdo desinteressante ou desorganizado
  • Layout pesado ou não mobile-friendly
  • Imagens que não carregam
  • Links quebrados

Garanta que seu site não possua nenhuma dessas características. Do contrário, seu ranqueamento pode acabar despencando.